14/05/2019
  • Google+
  • LinkedIn

1670 agências do SICREDI: Jurídico e Compliance em parceria fazem o sucesso da gestão, tema faz parte de seminário em Porto Alegre, 29/05

Por Galeria de Comunicações
 
Ana Maria Parenza, gerente jurídica do Sicredi – referência internacional por reunir 114 cooperativas singulares e 5 cooperativas centrais em uma mesma marca e padrão operacional - será palestrante do “Seminário Gestão Jurídica e Compliance” que acontecerá no próximo dia 29/05, em Porto Alegre. O evento que reunirá palestrantes de peso especialistas e atuantes em importantes questões relativas a esse tema será um marco para a região. A seguir um bate-papo com a Ana que nos antecipa um pouco pontos de sua exposição:  
 
Intelijur - Como você vê a gestão jurídica e o Compliance e qual a contribuição de sua área?
Ainda que não exista, por enquanto, um padrão de atuação no Brasil, a experiência tem mostrado que as áreas Jurídicas e Compliance são áreas muito próximas, que se complementam, contudo, não se confundem. O departamento jurídico consultivo, voltado aos negócios, que é a minha área, trabalha focado na viabilização das estratégias da organização, ajudando no desenvolvimento, manutenção e aprimoramento de produtos, negócios, contratos e societário de um conjunto de instituições financeiras com nove empresas em seu centro administrativo (“CAS”), incluindo uma holding, dando suporte as operações de 114 cooperativas de crédito no Brasil, com 1.670 agências. Também tem atuado na orientação e demonstração das melhores alternativas para a gestão dos riscos no negócio, além de apoiar a viabilização de projetos, entre muitos outros. No Sicredi, o departamento jurídico consultivo e a área de Compliance têm atuado em parceria, o que vem demonstrando um dos melhores modelos de atuação de ambas as áreas, e que gera uma contribuição recíproca, com o princípio de que para estar em conformidade é preciso que se estabeleça, previamente, o parâmetro jurídico em relação ao qual a organização e suas práticas estejam “conformes”.
 
Intelijur - Qual a relação entre sua área e as melhores práticas na gestão de departamentos jurídicos?
O mercado possui inúmeras soluções para o gerenciamento do contencioso judicial e administrativo, mas o gerenciamento da consultoria sempre foi deficitário no aspecto relacionado à demonstração dos métodos utilizados pelas grandes organizações. Os dois cases do Sicredi, certificados e selecionados dentre as 10 melhores práticas na gestão de departamentos jurídicos de 2018, trouxeram formas e modelos práticos de como pode ser gerido um departamento jurídico consultivo, reunindo criatividade, facilidade e baixo custo de implementação e controle dos trabalhos e, acima de tudo, ganho em eficiência quando implementados.
 
Intelijur - Pode falar um pouco sobre o que pretende apresentar no evento?
Apresentarei os dois cases que foram certificados e selecionados dentre as 10 melhores práticas na gestão de departamentos jurídicos de 2018. Um deles é o registro unificado de consultas jurídicas com automatização de SLA e extração de estatísticas em departamento jurídico consultivo e o outro case é intitulado Aplicando técnicas de startups na gestão de departamento jurídico consultivo, que implementamos na área. 
 
Intelijur - Como os métodos ágeis e mapas estatísticos colaboram na gestão de jurídicos consultivos? Pode citar exemplos práticos e/ou reais?
As duas soluções trouxeram melhoras significativas na gestão do departamento. Tínhamos muitas dificuldades em saber de forma rápida e simples, por exemplo, quais eram as demandas estratégicas que estavam sendo atendidas pelo time jurídico, o status de cada uma e quem do meu time estavam envolvidos. Outro desafio era tornar as reuniões da equipe mais rápidas e dinâmicas, além do foco nas demandas estratégias. As técnicas utilizadas em startups, como PTM (Propósito Transformador Massivo), OKR (Objective and Key Results), métodos ágeis e kanban, combinadas entre si, solucionou e atendeu as necessidades da equipe. Utilizando o Kanban, por exemplo, passamos a visualizar os estágios das demandas, com mais transparência, engajamento e sinergia entre todos os advogados, além evidenciar aqueles envolvidos diretamente. Nossas reuniões inspiradas nos métodos ágeis foram divididas em planning e Weekly, tem duração de 15 minutos, e abordam objetivamente "o que fiz na última semana?" "o que vou fazer na próxima semana?" "existe algo me impedindo? e Review, que revela “Quais são as entregas?".
 
Atender diretamente a mais de 1600 (um mil e seiscentos) colaboradores do centro administrativo Sicredi pelo time jurídico consultivo é um desafio diário. Até o fim do ano de 2015, as consultas ocorriam por diversos canais (e-mails, software de comunicação imediata - Skype, reuniões e ligações telefônicas) sem, contudo, haver formalização da grande maioria ou registros. Não sabíamos qual era a quantidade média de consulta que tínhamos o tempo médio de respostas, headcount necessário, dentre outros, o que dificultava muito o processo de decisão no departamento. A solução encontrada foi à utilização de Software próprio de requisições, já utilizado por outras áreas (p.ex.: serviços de TI e suporte ao colaborador), o qual foi customizado, com baixíssimo custo, para adaptar-se às nossas necessidades, sendo este novo modelo de atendimento amplamente divulgado aos parceiros internos. A solução trouxe, de forma prática, a melhora e o aperfeiçoamento do processo de atendimento dos advogados, por meio de um canal único de acesso e registro, que permite extrair informações e estatísticas para gestão e suprir de dados e informações que antes eram difíceis de conseguir ou até mesmo impossíveis.
 
Intelijur - Quais as tendências e novidades que acabaram de chegar ou estão para chegar ao Brasil?
Visual Law e legal Design Thinking são novidades que estão começando a se disseminar no Brasil, a primeira voltada à linguagem e apresentação de ideias do mundo jurídico, e a segunda a processos para desenvolvimento de soluções jurídicas.
 
 
Ana Maria Parenza é advogada pela PUC – RS, especializada em Banking pela FGV/SP, Especialista em Direito Empresarial pela UFRGS, realizou cursos de Gestão de Departamentos Jurídicos pelo Insper. Atualmente é Gerente jurídica do Sicredi e responde pela área societária das empresas do grupo. Gerenciamento estatístico de demandas consultivas com SLA e metodologia ágil no desenvolvimento do trabalho de consultoria jurídica, adotando método Kanban. Acesse: https://www.linkedin.com/in/ana-maria-parenza-69a1a512/
 
InteliJur é uma empresa de informação e relacionamento focada no mercado jurídico. Por intermédio do portal, reúne advogados de empresas (FDJUR), advogados de escritórios e prestadores de serviços, com notícias, informações e pesquisas. Através do Diretório Jurídico é possível que os departamentos jurídicos ou outros advogados interessados em prestadores de serviços jurídicos encontrem os escritórios com perfil ideal para contratação. Eles podem selecionar o perfil do escritório selecionado por localização, porte do escritório, áreas jurídicas de atuação e até por setores da economia que o escritório tenha expertise.
 
FDJUR – Fórum de Departamentos Jurídicos – é o maior e mais completo fórum de relacionamento e discussão de boas práticas na gestão de departamentos jurídicos do País. Foi criado há dez anos como uma associação sem fins lucrativos e exclusiva para profissionais de departamentos jurídicos. Por intermédio de ampla rede de contatos, interage com mais de 10.600 profissionais de departamentos jurídicos em 4.887 empresas. Tem a missão de estimular e promover debates, estudos e pesquisas; investir no conhecimento técnico, além de valorizar, reconhecer e premiar as boas práticas de gestão na área.

Fonte: Intelijur

Uma área de informações relevantes ao advogado interessado em aprimorar seus conhecimentos em gestão.

Participe

Oportunidades

Boletins Informativos