29/05/2018
  • Google+
  • LinkedIn

Como a advocacia correspondente pode ajudar o profissional a aumentar seu faturamento


A advocacia correspondente é uma prática que pode trazer grandes benefícios e oportunidades para a carreira jurídica, seja a do jovem profissional começando agora no mercado de trabalho, seja do advogado mais experiente, que pode ou não encontrar-se sem um trabalho fixo no momento. Saiba mais sobre o tema no nosso artigo de hoje!
 

O que é a advocacia correspondente?
 
O advogado correspondente, também conhecido como correspondente jurídico, é o profissional que realiza serviços para outros advogados e escritórios, não para o cliente final. Isso ocorre pois muitas vezes os profissionais jurídicos precisam realizar diligências em outras comarcas, distantes das que residem. Para isso, ao invés de se deslocar até lá e arcar com custos que poderiam ser evitados, como transporte e hospedagem, muitos escritórios têm preferido repassar os serviços para um advogado local.
 
Com isso, o escritório contratante economiza tempo e recursos na realização das diligências, e o correspondente contratado recebe seus honorários pelo serviço.

 
Vantagens de atuar como advogado correspondente:
 
  • Experiência prática no mercado de trabalho: O jovem recém-formado do curso de Direito que prestar serviços de correspondente ganha a oportunidade para colocar em prática tudo aquilo que ele aprendeu na sala de aula, e assim garantir a tão necessária experiência para o mercado de trabalho.
  • Networking com outros profissionais: A advocacia correspondente é a oportunidade para o profissional demonstrar seus talentos para outros advogados e escritórios de todo o país, o que pode levar a novas e melhores oportunidades futuramente.
  • Conciliação com outras atividades e estudos: Atuar como correspondente também pode ser útil para quem está estudando para provas e concursos. Afinal, a maior parte das atividades de correspondente podem ser feitas em horário flexível, não atrapalhando a rotina de estudos.
  • Aumento da renda: Finalmente, os honorários recebidos pelas diligências como correspondente também podem ser úteis para complementar a renda do profissional jurídico.
 
Interessou-se pela advocacia correspondente? Então clique aqui para acessar nosso site e saber mais!

Fonte: Juris Correspondente